domingo, 12 de setembro de 2010

De luto

Mais uma vez a luta desleal contra as touradas não surtiu efeito.
Numa terra chamada Reguengos de Monsaraz, onde assumo, não visito pois não contribuo para a valorização de uma terra onde se praticam actos de barbaridade, assistimos mais uma vez aos touros de morte.
Na tentativa de ocultar a morte do touro, p...rende-no a um poste, e tapam-no com um pano preto enquanto autênticos estupidos matam o touro, à paulada e com golpes. Enquanto isto, milhares de pessoas assistem extasiadas num espectáculo para o qual não tenho palavras e como mulher e ser humano quero a punição dos assassinos.
Se a preocupação dessa população fosse trabalhar e respeitar a vida humana não teriam tempo para parvoices.
Mais não tenho a dizer senão estar desapontada com a acção policial e de facto como diz o ditado, em terra de cego quem tem olho é rei, parece que em Portugal quem ainda é atrasado sai impune...

Lamento profundamente...


http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1660598&seccao=Sul
Enviar um comentário