quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Um Feliz Natal!!!!

Send your own ElfYourself eCards

sábado, 28 de novembro de 2009

Com os dedos ossudos batia na mesa pensando no que deixou para trás,
o medo paralisante do futuro contrasta com a culpa de tudo o que ficou para trás.
As pessoas que deixamos seguir, as pessoas que abandonamos,
seguem o seu curso mas deixam em nós o peso da ausência.
Tal como gota que gela no inverno, também o meu coração sofre quando sinto a falta que elas me fazem..
Sejam familiares, amigos, antigos amores todos tiveram o seu papel e por situações da vida saíram de cena neste teatro ambulante...
Um gole é dado na chávena de outros tempos, foi da avó, pensou...
É melhor não pensar nisso, ocupar a mente com coisas mundanas
O tempo por exemplo, hoje está frio..
É um pensamento como qualquer outro mas bem mais suportável...
Pior do que o corpo frio é a gélida sensação de não ter amor que aquece o coração....

Ai que frio......

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Para os amantes dos ténis...

Para mim uma das marcas mais giras de tenis é os Sketchers.

Eu já tenho 3 pares e 2 sandálias e não me canso...

Deixo-vos o site para pesquisarem os belos modelitos....

Enjoy!!!

http://www.skechers.pt/

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Viperina....

o azedume do veneno se espalhava pelo corpo, enquanto abandonava o edifício ainda a cuspir palavras..
Tentou escarrar à homem mas já tinha absorvido o negrume das palavras e todo o corpo destilava ódio.
As pessoas de hoje sofrem o síndroma do sabe tudo, passam mais tempo a aconselhar os outros e a dizer o que acham do que a lidar com as suas vidas ou melhor ainda, só se meteriam caso tivessem recebido aviso formal a autenticado para o fazerem...
Se há frases odiosas é aquelas frases feitas tiradinhas com virgulas e tudo dos postais de parabéns cheios de ursinhos ou coisas mimosas...
Hello as coisas mimosas não existem!! Quando acordam?
Ela atravessou a estrada e no granito deixava pegadas que queimavam o mais duro chão.. Até a bolha que a acompanha aumentou de tal forma que diz quem viu uma mulher que ia à frente cerca de 3 metros entrou mais depressa no taxi que tinha mandado parar...
Sai da frente, pensou a viperina...
Sai porque tanto veneno junto é capaz de provocar o Apocalipse que tanto falam...
No aglomerado de pessoas perdeu-se o rasto à viperina, certamente fez o habitual, deu um grande trago e engoliu mais uma vez aquilo que odeia ouvir...

domingo, 15 de novembro de 2009

o cão ladrava de forma irritante e persistente, mandei- o calar pois precisava de sossego para te escrever a derradeira carta.
Já sabes como sou, prefiro dizer-te as coisas impressas do que te olhar nos olhos novamente.
Queria dizer-te muitas coisas, mas no entanto a folha de papel está em branco...
Bato com a caneta no papel como se esperasse que por magia a caneta ganhasse vida e escreveria tudo o que tenho para te dizer...
Rasgo a folha com remorsos porque não fui capaz de fazer algo tão simples..
Tu fizeste algo ainda mais difícil e vives..
Agora compreendo os poetas que tanto querem escrever, e sentem as palavras mudas na garganta.. É uma inquietude ter um mundo para dizer e não ter quem ouça..
Se já foi assim contigo, porque seria diferente com outra pessoa?
Coloquei a caneta no porta canetas fechei a janela e dei por mais um dia terminado..
Alias como diz o povo "dos fracos não reza a história" e a minha história ainda não a sei contar...

O meu jogador preferido da selecção é...Ricardo Carvalho..


Hein, grande novidade...

Pena é ter jogado no Porto...

Banda sonora deste domingo...





Para todos aqueles que um dia sonham ter a mecanização do coração....

Simples On e off...

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Parabéns Ramosca!

Oh chefe eu sei que o post vai atrasado, mas com a festarola, prendas e correrias não deu para vir aqui escrever nada.

Espero que este ano que se iniciou no teu aniversário seja uma jornada tranquila, recheada de borboletas na barriga e essas coisa que gosto tanto de te picar...

e como diz a Vodafone

Now - Vive o Momento !!

LOOL


beijocas

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Parabéns colega!!!!!!!!


Susana mais um anito não é? Niguém diz que tens 15...

Beijocas e um resto de dia muito feliz...

domingo, 8 de novembro de 2009

Dia de decisões...

Há aqueles dias em que uma pessoa acorda e sabe que vai ser um dia importante.
Pode não ser importante em acções, ou acontecimentos, mas importante pois sabemos que chegámos a um ponto em que temos de tomar decisões.
E hoje calhou -me a mim...
Sei que tenho de dar uma volta a mil e umas coisas, falta a vontade, o animo e sobretudo por ver o trabalho que terei e o medo de não ser capaz.
Mas como diz o povo o que tem de ser tem muita força...
Entre umas das muitas decisões resolvi tirar um peso de cima de mim e resolvi fazer arrumações no armário e deitar fora o que não serve, e já nem vai servir, deitar fora papeis que não são importantes e até postais de ex namorados com palavrinhas bonitas. Peço desculpa H, mas já vai o tempo e é hora de virar as páginas. Por isso os teus postais, e o cartaz que me fizeste com a Loba foram para o lixo.
OS sapatos também levaram a sua volta, o que magoa ou n
ao dá bom andar foram para outros pés que agradeçam. Falta ainda muito, limpar objectos, brincos, pulseiras, fios.. Um dia disseram me que quando deitamos fora coisas que acumulámos tiramos um peso, tiramos a carga que elas nos pesam.
o meu proximo passo vai ser pegar nas agendas de outros anos e deitar fora, ou melhor queimar pois nelas estão coisas privadas, proibidas a olhos alheios. Digamos que em épocas de limpezas é mesmo para limpar tudo...

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Hoje

Hoje estive para apagar as tuas mensagens...
Ainda guardo no telemóvel as tuas palavras e há muito que tenho o sinal de caixa cheia e vou apagando algumas, as que não são tuas..
Mas começa a não fazer sentido ter -te ali... Alias não deveria ter nenhuma mensagem..
Ser apenas o vazio..
Mas hoje ainda não foi esse dia...

sábado, 31 de outubro de 2009

Caminho

O importante das etapas não foi como se fez, isto é, se agarrar aos altos e baixos do percurso, mas sim que lá se chegou...

e terá valido a pena???


não...

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Para conhecer...

Esta música passa tanto na radio e não é que agora até gosto dela???

Partilho:Empire of the Sun - We Are The People


segunda-feira, 26 de outubro de 2009

A todos os portos do mundo...

Hoje carreguei o meu coração para perto do mar,
coloquei -o num baú antigo de outras viagens, forrei a papel
rosa com flores e nele o coloquei...
Recortei pedacinhos de papel e neles escrevi todas as pessoas que nele já ocuparam ou ocupam.
Escrevi com a minha melhor letra cada um dos nomes, um por um...
Dobrei-os com todo o cuidado e afinco e depositei também nesse dito baú...
rezei aos anjos para trazerem bons fluidos à iminente viagem, lancei pós
e proferi palavras de despedida..
Coloquei o baú nas pequenas ondas rasas e deixei- o ir com o meu coração lá dentro...
Ao longe o sol chamava o pequeno baú numa dança ondulante e quente.
Senti o baque da sua ausência e deixei -me ficar a ver o pequeno ponto, que ao fundo no horizonte se avistava.
Respirei fundo, virei as costas, pensei em todos os portos em que o pequeno baú poderá ir morrer e pensei para mim enquanto me afastava...
Está feito!

Parabéns Estrelinha!!!!

Estelinha, já são tantos anos que não preciso dizer o que sinto por ti e o quanto és importante enquanto aqui estiver...

Por isso hoje deixo-te um beijo enorme e que tenhas um dia brilhante como um girasol... É a flor que me lembra de ti ;)



domingo, 25 de outubro de 2009

Para rir um pouco





Por muitos caminhos que percorra, caminho sempre na tua direcção,
seja por destino ou por algo místico,
por onde tu estiveres é para lá que eu vou...
Deixo pegadas reluzentes sombreando o meu percurso,
perdem -se na imensidão de um deserto.
Areia fina que roça a pele quente,
quente de desejo, quente de dor.
Espera por mim meu amor,
deixa-me alcançar-te,
Pois mais triste que seja este caminho,
terei a recompensa de te alcançar algum dia...

sábado, 24 de outubro de 2009

O Infante - Fernando Pessoa

O ar transpirava a um um odor de desalento,
o tique taque do relógio mexia vagarosamente, como se
impedisse o tempo de andar..
Eu batia com os dedos na mesa na frustração visível,
a luz cinzenta que emanava da janela,
tornava o ambiente bucólico e invernoso.
Engoli em seco ao recordar alguns momentos...
respirei fundo e cruzei os dedos
para afastar as bruxas e os demónios..
O soalho rangeu com o aproximar dos passos atrás de mim..
è hora de colocar a máscara...
Coloca-se um sorriso, estalo os dedos e trauteio a música favorita..
Questionas -me se está tudo bem e eu com o meu belo sorriso digo-te:
está tudo óptimo e contigo?

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Asas

Queria deixar-me levar, voar no mais alto dos céus
e olhar cá para baixo com o vento no rosto,
com as minhas garras arranhar a terra de forma altiva e rude;
Olhar o sol ao mesmo nível e cantar para a lua,
pincelar as estrelas de sonhos e magia,
Era assim que queria ser...
talvez um dia,
quando o fim do mundo chegar e eu ganhar asas...

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Corria o dia com a leveza doutros tempos,
o corpo repousava e a mente jazia no leito do pensamento.
Sobre ti, claro..
Revivia as palavras ditas, os gestos contidos, a pulsão que me fazias,
Sentia o corpo latejar com a ânsia de saber de ti.
Ao longe, vozes ecoavam com fervor sobre aspectos mundanos,
A banda sonora perfeita para acompanhar o meu delírio.
Sentia o corpo fervilhar, os dedos torciam como quem afasta os maus espíritos,
atraindo boas vibrações..
Do sonho acordei, com o leve trepidar, eras tu..
Decidiste partir, viajar, voar para outras paragens,
Fiquei inerte..
Resolveste viver a tua vida longe de mim.
As vozes mundanas são agora gritos que destilam a minha cabeça.
mais uma vez me deixei levar pela doçura das tuas palavras,
pelas ilusões da minha mente,
Vai então se queres,
sai daqui, vai viver essa dita vida,
pois por mais longe que estejas estás mais perto do que agora..
Parte então para o teu destino porque ao meu destino eu já cheguei...

domingo, 13 de setembro de 2009

Hoje está a ser um dia de introspeção. E como tal é dia de ficar com a telha. o humor é como uma montanha russa é preciso um motor para fazer subir as carruagens mas a mera gravidade faz-nos descer abruptamente. Hoje verifiquei que o meu corpo mudou, e não gostei dessa mudança. Do 36 visto agora o 38 e verifiquei que a roupa ou deixou de servir ou então fica apertada e eu fico furiosa...
Tenho mesmo de me render á ideia poderosa da herança genética e meter -me num ginásio... ou seja carregar mais o dia, que já era cheio, mais um saco para andar de um lado para o outro, mais dinheiro em despesas...De facto hoje não é um bom dia...

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Descobri!!!!!

Eu sou oriunda de uma família que adora filmar, fotografar os momentos da família e revi um casamento de uma prima minha (anos 80) com banda sonora e esta era uma das músicas.

Foi bom rever aqueles momentos mas por outro lado vi-me agarrada a muita gente que já não está comigo.. E doí, é triste ver as pessoas a rirem e a viverem e hoje já tudo é diferente...Enfim.. fica aqui a música para rever...

Ideia...

Hoje ao ouvir uma música tive uma ideia para uma surpresa que quero preparar..

Que frustante!!Tenho toda a ideia na minha cabea mas estou dificuldades em pôr em pratica..

Vou tentar ver se consigo resolver para colocar aqui o que imaginei :)

sábado, 5 de setembro de 2009

A frase de hoje...

"se te conhecesse em condições diferentes, a distancias diferentes... iluminava a tua vida e tu a  minha"

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Hoje utilizei o novo troço do metro...


Para quem não sabe desde sábado está em funcionamento e extensão da linha vermelha que agora liga S. Sebastião até ao Oriente.

Para mim facilita-me imenso o percurso porque agora apanho o metro no Saldanha e 10 minutos depois estou no oriente :), podendo assim dormir mais um pouco ou então mesmo que saia à mesma hora tenho outra possibilidade de trajecto.
Eu pessoalmente sou fã do metro, apesar de achar que os túneis deviam ser iluminados ou então pintados por artistas que os tornassem autênticos túneis de arte e pintura. Tirando isso, temos que concordar que é o meio de transporte mais rápido para nos movimentarmos na cidade e as condições não são as piores, tornando -se o meio de transporte número um de qualquer Lisboeta....

Junto vos deixo o site do metropolitano de Lisboa onde podem ter mais informações e até ver como tem evoluído a própria rede.





http://www.metrolisboa.pt/

domingo, 30 de agosto de 2009

Lições de Maquilhagem...

Olá pessoal, este post é mais direccionado ás meninas, mas os meninos também podem ver para conhecerem um pouco o novo mundo...

Junto aqui 3 vídeos da linha Avon que explicam passo a passo como fazer uma maquilhagem linda (a modelo também já ajuda)








A frase para reflectir é...

" Diz-me com quem andas e dir-te-ei quem és.
Saiba eu com que te ocupas e saberei também no que te poderás tornar. "

Johann Wolfgang von Goethe

sábado, 29 de agosto de 2009

Hoje foi dia de ver ....



Um bom filme para rever..

Sinopse:
Nos finais do século XIII, William Wallace (Mel Gibson) regressa à Escócia depois de ter vivido, durante muitos anos, longe da sua pátria. O rei da Escócia tinha morrido sem deixar herdeiro, e o rei de Inglaterra, um impiedoso pagão conhecido como Edward "Pernas-Longas", tinha-se apoderado do trono. Ao liderar um decrépito exército, determinado a vencer as grandes forças inglesas, a paixão e coragem de Wallace acabou por unir o povo escocês na luta pela liberdade, neste emocionante e inesquecível "Braveheart - O Desafio do Guerreiro

A versão feminina do Quim Barreiros

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Ir ir ir ir e não voltar...

A chuva batia..

A chuva batia na janela como pequenas pinceladas num vidro difuso. À janela, o pequeno gato lambia uma pata com afinco e reparei o quanto ele era feliz.
Ao fundo na rádio passava uma música, a nossa música.
Faz um tempo desde que saí da tua vida, ou saíste tu da minha?
Soube que tiveste alguém, ou ainda a tens... Mas não quero pensar nisso, agora não.
Isto porque ainda o teu cheiro e o teu gosto permanecem à flor da pele como uma leve transpiração que se solta de um abraço.
Contorci os dedos com fervor para afastar a imagem de outra pele a corromper a tua.
Olhei para o céu e ele, cinzento e chuvoso anunciava o meu estado de espírito dentro de momentos.
Conheces-me tão bem...
O vento juntou -se percorrendo as ruas num assobio, como miúdos que fazem gazeta pelas ruas com os seus gritos infantis extasiados pela vida.
A janela carregada de gotas que me mostravam imagens nossas, tentavam penetrar em mim pois o aperto da tua ausência estava no auge e eu ali sozinha, era um alvo fácil.
A música terminou, o gato adormeceu e apenas fiquei eu, o vento e a chuva...
Por mais chuva que caia não limpa as minhas mágoas e por mais vento que corra não varre as minhas angustias.
Pois mais fervorosos que o vento e a chuva sejam, nada se compara ao lamurio que os meus lábios sequiosos de ciume demonstram por não estares ali..
Acordei do delírio e a única coisa real ali é o facto de que lá fora a chuva batia na janela como pequenas pinceladas num vidro difuso....

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Carlos Paião.. 21 anos depois

Hoje faz 21 anos que Carlos Paião morreu num acidente de carro a caminho de um concerto.
Ainda hoje existe o mito de que ele não morreu no acidente mas estava em estado de coma quando foi enterrado. Segundo se diz quando foram ver o caixão estava todo arranhado e o corpo meio despido... Ainda hoje paira a dúvida..
Uma coisa podemos ter a certeza as suas músicas perduram para além da sua morte e faço a minha parte aqui que é partilhando algumas das suas músicas...









terça-feira, 25 de agosto de 2009

Hoje faz 21 anos do Incêncio do Chiado

Faz hoje 21 anos do incêndio do Chiado. Na altura tinha 6 anos e por incrível que pareça não tenho a mínima lembrança do acontecimento, mesmo morando perto do Chiado.

Grande parte da história da baixa Lisboeta foi engolida pelas chamas que começaram entre as 4 e 5 da manhã. De acordo com os bombeiros um fogo urbano pode rondar os 700graus centígrados, o do chiado rondou os 1000-1500 graus...
Duas pessoas morreram (um civil e um bombeiro) e os Lisboetas viram horrorizados uma parte da história de Lisboa ceder ao fogo.











segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Um choro

Carlos Paredes e os Verdes Anos não há música que melhor expresse Lisboa em todo o seu esplendor e mil vezes que a ouça arrepio-me sempre e as lágrimas se avizinham.. É como uma prece, um choro, um choro miudinho...
Só poucos podem de facto compreender a força desta música...


Helder o Rei do Kuduro - Frique Frique

Eh pá estou numa de recordar mesmo...
Há uns anos, quando esta música era o hit do momento passava o meu verão na costa e eu e o resto da turma íamos para uma feira e nos carrinhos de choque está música era o momento alto... Bem que saudades que me deu daquele tempo...

Partilho...

domingo, 23 de agosto de 2009

A minha paixão... Maquilhagem

Como quase todos devem saber, ou se não sabem ficam a saber tenho uma paixão louca por maquilhagem e por isso faço colecção de Kit, malas, bolsinhas da maquilhagem. Para além de no natal e nos anos me darem sempre um miminho, durante o ano compro sempre qualquer coisinha, ou uns batons, ou rimeis, ou outra coisa... o que interessa é fazer um Upgrade ao que já tenho... :)

Para verem o tamanho da minha colecção deixo-vos algumas fotos...

Ps- por acaso tenho de ir ver se há alguma mala assim barata para ver se acrescento mais uns itens...








sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Para rir porque é fim de semana...

Meu bem,

Meu bem,


pela luz dos olhos teus, vejo a alegria de um novo amanha,


pela luz dos olhos teus, consigo percorrer este caminho tortuoso,


pela luz dos olhos teus, sinto a vida pulsar de jubilo quando estou contigo,


pela luz dos olhos teus, vejo a noite mais negra quando estou sem ti,


pela luz dos olhos teus, percorro o teu corpo num só gesto, pois já o conheço bem,


pela luz dos olhos teus, dás-me vida e fazes-me sentir,


pela luz dos olhos teus, estremeço de desejo na ânsia de te ter


pela luz dos olhos teus, recordo os momentos com ternura,


pela luz dos olhos teus, vejo toda uma vida contigo,


pela luz dos olhos teus, vejo o universo repleto de estrelas que nos iluminam,


pela luz dos olhos teus, sei que te amo.


Meu bem, pela luz dos olhos teus vejo-me,


pois só quando me olhas é nesse momento que eu existo…

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

O beijo mais polémico do ano...

Já me tinham contado que a Daniela Mercury tinha beijado uma cantora na boca mas eu ainda não tinha visto... até hoje...

Ainda bem que ela não estava a cantar a musica do Quim Barreiros "eu gosto de mamar nos peitos da cabritinha..." senão eu sei lá o que faziam....

Deixo -vos para verem com os vosso olhinhos...


Para o final do dia...

terça-feira, 18 de agosto de 2009

A tua alma já não chama por mim...

A tua alma já não chama por mim,
sinto em todo o momento esse vazio,
é como se tivesses morrido e a morte não me tivesse levado também.
As noites são mais escuras que o manto véu que te carregou,
os dias estão mais baços, mais densos que o nevoreiro mais profundo.
As cores tomam formas translúcidas, as pessoas perdem o contorno.
Só te vejo a ti, amor, só isso importa.
O cheiro das flores tornou-se agoniante, pois agora elas já não alegram o teu dia,
o ceu azul tornou-se cinzento, antevendo a tempestade que cai no mar,
esse então revolta-se contra a tua morte, inutil, porque já não estás aqui...
Sofre mar, carrega a minha dor a todos os portos de abrigo, pois nele pode residir
o corpo enerte do meu amado,
traz-mo por favor, porque mais fria que seja a sua presença, o meu amor vai arrancá-lo das mãos do carrasco e devolve-lo à vida...

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Uma música de amor... Serás Tu - Paulo Brissos

A paixão....

A paixão é o sentimento mais insano que podemos experimentar,
é alegria, é essência é vida pulsante de um coração solitário.
É carne corrompida pelo pecado, pela luxúria, pelo desejo,
Insano é aquele que se apaixona, pois vive na terra dos Deuses, louco também porque a paixão leva-nos ao mais alto dos céus, mas também ao mais profundo inferno aquando da sua dor.
Paixão é aquela que estremece olhares, move ventos, rompe barreiras, faz o sangue pulsar de forma descontrolada, selvagem, o suor sobe à flor da pele ardente de desejo de possuir o outro no aqui e agora. O tempo não existe para o apaixonado, existe apenas o nós.
Tu e eu, ardemos naquela luxúria com o maior desejo possível,
sentes-me em ti, indiferente a tudo.
Rasgamos a pele, rompemos a carne, paramos o tempo, envergonhamos os Deuses, fazemos inveja aos mortais. Volvemos o mar, explodimos o céu, criamos amor e vivemos assim até ao final dos tempos...


É bom não é amor?




domingo, 16 de agosto de 2009

Tão bom o descanso...



















Foto by: Susana Santos Armação de Pera, Agosto 2009

Adoro...

estes dias quentes, este calor que logo de manhã nos ensopa ...

Ai que bom...

O frio bem pode ficar na gaveta, porque eu quero é sentir este ar quente no rosto e dizer : que bom é que é o verão....

Eu fadinha do lar me confesso..

Se há provas na vida que quando as ultrapassamos no sentimos cheios e felizes, eu acabei de passar por uma delas. Pela primeira vez na minha vida passei uma semana inteira em casa, dependendo só, mas só de mim. Para muitos isto é básico, natural ou a sua realidade há muito tempo, mas para quem sabe mais sobre mim, ou tem interesse, sabe perfeitamente que esta era uma prova importante para mim.
Os meus pais estavam de férias no Algarve e eu consegui 3 dias de férias (graças à minha chefe muito porreira), mas após isso tive de retomar o trabalho e tive que fazer tudo sozinha, e o mais importante era estar comigo mesma e lidar com o meu mau feitio.

Os meus principais receios eram à noite, com a atenção especial de ter tudo desligado e apagado e sobretudo ter as portas e janelas bem trancadas, não vá entrar lá alguém que quisesse fazer dinheiro à minha custa. Para lidar com isto, o que fiz foi logo após o jantar punha o docas ao pé de mim, trancava tudo e punha a jeito um pau que esta sempre escondido caso haja necessidade de ser usado. .. Graças a Deus que nenhum vizinho bateu à porta a precisar de algo, porque senão levava logo com uma paulada na mona...lol, mas foi tudo tranquilo.
o que gostei mais é que pude ver aquilo que queria, por exemplo enquanto jantava, nada de telejornal, mas punha as minhas séries preferidas (CSI, obviamente) a rodar e lá estava eu descansadinha da vida...Fácil, nao?E muitas outras coisas foi fazendo, as idas ao supermercados, inventar o que iria comer e levar para o trabalho no dia seguinte, o cuidar do cão, o limpar e arrumar.. enfim, estou uma fadinha do lar autêntica, exceptuando que nunca usei avental, o look acima de tudo!! E agora fazendo um balanço, o resultado não podia ser melhor, pois não tive qualquer problema de dormir sozinha, bem como me tornei uma cozinheira de mão cheia. Bem, dormir sozinha não é bem assim :), o meu Docas fez questão de me guardar e ladrar ao mínimo vento que corria na janela.
Ontem foi o retorno da família a casa e estava tudo preparado para a chegada deles e as reacções não podiam ser melhores.. Pouco a pouco a porta vai abrindo....
Por isso digo se me virem na rua e estiver com um ar diferente, primeiro tenho uma corzinha que me fica tão bem, mas tão bem que nem vos digo, e segundo, nada melhor que a sensação de dever cumprido para tudo à volta ser mais leve...

Agora veremos qual a próxima etapa...

PS - agradeço aqui a todos os amigos que se preocuparam comigo, fizeram questão de saber que estava bem e a melhor prenda que vos podia dar é esta. Um sorriso enorme por mais uma PROVA SUPERADA!!!!!!!!

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Hoje tive a certeza que o meu coração já não te pertence.
Senti o vazio e soube que o deitaste fora como quem se despede de algo antigo e valioso com pena mas com a certeza que não nos pode acompanhar mais.
Senti o vazio a corroer a carne, a serrar todo o meu corpo e deixei de te sentir. O teu odor que me acompanhava foi uma pequena brisa que se esfumou no ar como quem ao longe diz um seco adeus. Deixei de sentir a tua respiração, bem mais rápida do que a minha e passei a respirar por mim. Nesse momento, senti a tua perda.
Como o inferno pode surgir diante dos nosso olhos, da nossa alma.
E o pior que isto, é que tudo à volta seguia na normalidade, as crianças brincavam, as pessoas corriam de um lado para o outro, a mulher esperava na fila para pagar o tabaco e ninguém, mas ninguém reparou que o meu mundo morreu ali. Que estou corroída por dentro de perda e pesar, que sou apenas uma existência sombria. Tantas dúvidas,tantas, mas uma certeza me assombra desde aí; Hoje tive a certeza que o meu coração já não te pertence..

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Para arrepiar o coração mais frio...

Banda sonora para hoje... Ouvir bem alto.... :)

Murmúrio...

A praça luzia com o brilho do pôr de sol quente de Agosto. Ela descia a praça cabisbaixa, de andar ondulante e olhos postos nas pedras da calçada já batidas por milhares de passos. A fonte ao fundo dava a banda sonora para quem passava como um murmúrio de amor, ou um segredo escondido. Qual é o teu segredo, menina?
Quem te faz verter a cabeça dessa maneira? Será que vale a pena? Certamente que não. .
Ai coração como sofres, como ouves o segredo da fonte e lhe confias o nome do teu carrasco.
Vais ver que não dói. É apenas um leve tremer, e após isso nada mais sobra..

Alias com o coração partido que mais interessa ver?

terça-feira, 28 de julho de 2009

Saem....

Do meu olhar partem os ventos mais nobres que percorrem a tua pele,
Da minha boca saem as palavras mais doces que cerejas em pleno verão,
Palavras fumegantes como um coração pulsante de alegria...
Das minhas mãos saem gestos de caricias que afagam o teu sono e afastam pesadelos que te perturbam.
Do meu peito sai o meu coração que te entreguei..
Não notaste?
Oh que pena, meu doce, pois é dele que vives e é através dele
que me estás a amar...

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Monólogos da Vagina


Ontem fui ver os Monólogos da Vagina no Casino de Lisboa.

Devo dizer que fiquei um pouco desiludida e houve alturas em que o sono era um pouco tentador àquela hora.

Pensava que a peça fosse toda ela à base de confidências das mulheres sobretudo na área sexual. Na realidade, há uma parte que aborda esse aspecto mas nada de muito visível.
No entanto não posso deixar de salientar a graça e carisma das actrizes que souberam dar o ar da sua graça.

terça-feira, 21 de julho de 2009

Ma petit cour.


A vibração do telemóvel sinalizava a tua presença,
o coração rompeu o peito com força na ânsia de ler as tuas palavras..
eu e ele juntos bebíamos cada palavra tudo numa golfada de ar sem percebermos o que líamos só com a vontade de chegar ao fim e saber o que ainda sentias..
As palavras eram vagas, dúbias e ele soube disso.
Notei que ficou apreensivo, com medo, começou a sofrer..
Pobre coração, não te livras das palavras sem sentido, nem de afirmações enganosas.
Fechei o telemóvel, hoje não é o nosso dia coração,
Podes chorar, eu não conto a ninguém.
Amanhã voltarémos a abrir o telemóvel, ler outras palavras de outras pessoas e tudo parecerá normal... parecerá...
De facto, hoje não é mesmo o nosso dia coração...



Imagem retirada de: http://memoriasdodelirio.blogspot.com/2007/10/decorao.html

segunda-feira, 20 de julho de 2009

o meu olhar contém todas as histórias do mundo,
descritas por sábios e feiticeiros,
sei todas as poções da vida, conheço todos os lugares estranhos,
conheço criaturas mágicas, com os seus dedos comandam vidas,
conheço todas as formas de enfeitiçar, mesmo as almas perdidas
conheço todas as ervas e seus chás, sou feiticeira de tempos antigos...
Olha para mim, podes acreditar..
pois em mim reside a luz do teu olhar.

É impressão minha....

Hoje o meu pensamento vai para algo mundano e muito estranho:é impressão minha ou os acentos dos táxis têm de ser todos fofinhos? Não sei se repararam ou se andam de táxi, mas de todas as vezes que me lembre sempre apanhei bancos em táxis tão fofos que se pudesse adormecia... Ou então é porque quando apanho táxis é por norma quando venho de algum lado à noite e ai até o chão me parece o melhor vale dos lençóis.
Mas é interessante esta minha teoria... Cá para mim é dos milhares de rabiosques que se sentam no mesmo banco uma série de tempo que vai amortecendo o tecido... só pode..

Este provavelmente vai ser o post mais estranho que escrevi mas achei que deveria partilhar da minha teoria com vocês..

beijocas e fiquem bem.

domingo, 19 de julho de 2009

Fui ver....


Olá pessoal ontem fui ver com o meu grande amigo Carlos, o novo filme do Harry Potter.Gostei do filme mas o fim foi muito estranho, pois como já tinha sido anunciado uma das personagens principais morre e de facto com essa morte o filme fica sem um rumo muito definido e a meu ver empobrece as sequelas que se façam... mas vamos a ver...

Ai não sabes quem morre?
Deixo-te uma adivinha:

Quem vai quinar, quem vai quinar?
é quem tem muito cabelo a dar;
Quem vai quinar, quem vai quinar?
é quem tem sabedoria para dar..
Ainda não adivinhaste?
Ai Ai ai ai ai és mesmo um traste... LOOOL


Sinopse: Harry Potter e o Principe Misteroso: "Voldemort está cada vez mais perigoso, tanto no «Mundo Muggle» quanto no «Mundo Mágico», e novamente Hogwarts não é mais um lugar seguro.

Harry suspeita de perigos que podem até estar dentro do castelo, mas Dumbledore tem uma ideia voltada à batalha final, que este sabe que se está a aproximar. Juntos procuram uma forma de acabar com a defesa de Voldemort e com isso, Dumbledore contrata o seu antigo amigo e colega, bem reconhecido e vivido, o Professor Horace Slughorn, que Dumbledore acredita ter informações cruciais sobre o passado sinistro de Voldemort.

Além disso, os estudantes estão sob ataque de um adversário muito diferente, as hormonas da juventude, que se espalham entre todos. Harry está cada vez mais atraído por Ginny, porém quem está com ela é Dean Thomas. E Lavender Brown decidiu que Ron é o seu verdadeiro amor, só que ela não contava com os chocolates de Romilda Vane! E tem também Hermione, cheia de ciúmes, mas determinada a não mostrar os seus sentimentos. No meio de tantos romances, há um estudante que permanece na sua. Ele está determinado a deixar a sua marca, porém uma marca das trevas.

«O amor está no ar, mas existe pela frente uma grande tragédia que pode levar Hogwarts a nunca mais ser a mesma.»"

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Tu olhaste...

O olhar percorreu toda a sala, num gesto de desaprovação.
O caminhar é de quem tem o mundo aos pés e vive no mais alto dos céus...
Os passos são de gigante como quem percorre o mundo de uma virada.
As mãos mostravam confiança enquanto seguravam na chávena do café barato..
Ela entrou, tu olhaste, gostaste do que viste e deixaste cair o café...
ai ai tanta confiança e apenas viste uma mulher e todo o teu mundo ruiu...
Queria tanto me rir...
Só prova o que diz o povo: quanto mais alto...

Parabéns loura..



Loura muitos parabéns!

Que tenhas um dia muito feliz com tudo de bom e rodeada daqueles que mais amas..

PS- a foto já tem uns aninhos mas achei tão gira..

domingo, 12 de julho de 2009

Anos 80 Sempre....

Relembrar...

Hoje ouvi um trecho desta música e recordei tempos antigos.
Ao fim de semana a minha mãe ouvia programas de rádio como por exemplo "Quando o telefone toca" e esta música passava muito ...

Deixo-vos aqui para recordarem...


sexta-feira, 10 de julho de 2009

Bem aventurados...

Foto retirada de: http://semadocante.blogs.sapo.pt/10946.html

A mente quando é doentia provoca a pior das doenças: a capacidade de vermos em nós próprios o nosso pior inimigo. Não há pior do que olharmos ao espelho e ver o nosso pior demónio mesmo à nossa frente completamente entranhado nas profundezas da alma.
Nestas alturas é bom ser lunático, não saber o que viemos aqui fazer, nem para iremos, simplesmente viver num outro mundo que só para nós faz sentido e para os outros é apenas algo muito estranho que só vive na nossa cabeça...
Bem aventurados aqueles que vivem tranquilos na vida quotidiana e não se olham ao espelho.
Bem aventurados aqueles que vivem na ânsia de um amanhã melhor.
Bem aventurados aqueles que amam verdadeiramente, pois o dom de amar não está acessível a todos... claro que não...
Bem aventurados aqueles que podem sair da carcaça onde vivem e ser uma pessoa diferente todos os dias.
Bem aventurados aqueles que dizem eu sou feliz;
Bem aventurados aqueles que podem dizer em plenos pulmões: Gosto como sou!
Bem aventurados aqueles que olham para trás e dizem: eu não pude fazer melhor e vivem bem com isso...
Enfim, bem aventurados esses loucos que pisam o mesmo chão que nós como anjos que visitam as profundezas do inferno....

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Força colega


Susana, sei que estas a passar por outra fase negra...
Por vezes o mundo se encobre numa nuvem negra da qual não conseguimos sair, pois ela com as suas garras nos afunda nos mais profundos dos vales.
Eu sei, porque já vivi, e vivo por lá há algum tempo, já vislumbrei também a luz que emana do sol, mas por algum tempo apenas...
Vai haver momentos que ves os teus horrores à tua frente, ves o túnel sem luz, ves a vida sem esperança... mas esse não é o teu lugar..
Por isso, vamos lá mulher.. só mais uma vez..
Pões o pé na primeira rocha, trepas, dás um passo, alcanças a outra rocha e vai subindo, subindo, subindo, porque é essa a lei natural, daqui para baixo não podes passar por isso...

Que perdes??

Nada!!!

domingo, 5 de julho de 2009

És meu..

o coração batia desalmado, há muito tempo que não te via e o relógio encurtava a cada momento o nosso encontro.,
Que te dizer? Que sentir?
Ainda te sinto perto, mas ao mesmo tempo tão longe.
Ajeitei a blusa, num gesto de parecer melhor, quem sabe para te agradar?
Pus o perfume que sei que gostas, ou melhor que gostavas..
Por vezes na calada da noite ainda sinto o teu corpo no meu como se estivesses realmente comigo... De facto, o coração de uma mulher é um mistério jamais revelado, os nossos amores, os desamores, as paixões..
Bem aventurados aqueles que nada sabem pois quem procura conhecer as manhas de uma mulher ficará sem norte pois mais extenso que o mar e o céu, é a loucura dos desejos que corporta a essência do coração de uma mulher....
Chegaste, o coração pulsou, sorriste.... És meu...

K-OS Love Song

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Sentido..

A inspiração para escrever desapareceu,
como quem se perde num nevoeiro denso e sombrio, perdeu um sentido, uma emoção..
É apenas um conjunto de frases que denota a tristeza mascarada da gentinha mediocre..
Ela perdeu o norte, ou o sul já não sei, percorre sempre o mesmo caminho e por mais que eu a queira virar, guiar noutra direcção, ela contorna as minhas palavras, embebeda os meus sentidos e me leva nos seus braços para o sitio que tão bem conheço..
Como gostaria de escrever sobre a felicidade, sobre a serenidade. Mas como já foi dito, só conseguimos escrever sobre aquilo que sentimos e não cnseguimos inventar.
Por isso, é este o meu caminho, por mais tortuoso que ele seja é por aqui que vou..
Deixa andar pois então, pois por mais triste que ele seja é através dele que as minhas palavras fazem mais sentido..

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Adeus....

Hoje deixei-te ir... tal como um barco que se deixa ao sabor da maré,
cortei as amarras que me prendiam a ti...
causaste-me tanto dano mas ainda te agarrava com as pontinhas dos dedos na ânsia de te recolher no meu abrigo e te ensinar um outro sentido.
Tal como a criança agarra no seu brinquedo, eu agarrei-me à ilusão de que irias considerar, que as palavras que proferiste não eram para mim, não deviam ser para mim..
Eu queria o teu arrependimento sincero, não um pedido de desculpas a soar a culpa.. à minha é claro....
Arranquei a minha pele, engoli palavras que não me descreviam minimamente e de ti não obtive o que queria: a tua admiração, o teu desejo ... o teu amor...
Vários sinais me cruzaram, avisando do perigo que corria e eu ignorei porque acima de tudo queria estar contigo.. e eles vinham e vinham...
Até que o corpo não aguentou mais... e há momentos que temos de dizer BASTA!!
não tens de me humilhar, de me ferir, sem razão.
Quiseste deixar-me. Então vai... foge daqui, já me deixás-te uma vez, porque não outra?
Cortei as amarras... com doí... o amor doí como cura, odeia como ama, humilha como é humilhado..
quem o inventou foi louco, insano ou tolo...
Hoje soltei as amarras, as primeiras pois vais inundar os meus pensamentos, penetrar nas minhas emoções, tenebrar o meu corpo com as recordações, sugar o meu corpo de desejo, e humilha-lo nas tuas acções...
por isso deixo-te ir...

vai... vai sabor do vento, da maré, sai do meu porto, pois por mais que custe tu aqui já não tens lugar...

quinta-feira, 18 de junho de 2009

desculpa...

Hoje humilhei-te, não fiz por mal,
o meu coração não quer saber de nada, nem de ninguém,
e muito menos de ti.
Querias me conhecer, entrar na minha vida,
mas que sabes tu de mim?
vês-me todo os dias dez minutos e achas que é suficiente?
ai pensas?
então já estou a ver...
Ainda não levaste as cabeçadas como eu...
hoje aprendeste a primeira lição:
quando se quer estar só, a própria energia que emanamos,
é como uma barreira, impenetrável que nada deixa entrar..
De quantas barreiras precisas?
Desculpa a franqueza, mas com tanta gente, todos os dias e o teu olhar procurava o meu, e o meu olha o infinito sem ver nada, no entanto a ver tudo...
Eu sou com um barco, já levei muitas ondas, passei tempestades, conheci as calmarias, mas sempre na ideia de que a calma é bastante provisória.
E querias tu meter-te comigo?
Põe-te no teu caminho rapaz, sai do fogo,
senão não te queixes da tempestade..
houve quem tentou domar estes mares, mas quem disse que era possível?
Esse barco naufragou, eu tentei lançar uma bóia mas nem todos os barcos têm salvação...
Por isso rapaz, passa ao lado,
foge de mim, pois quem procura tempestades ou quer sofrer ou ainda não sofreu...
Fiz o meu aviso.. os portos estão encerrados, não há mais bóias para salvar..
Por isso rapaz... Passa ao lado....

domingo, 14 de junho de 2009

Terça-feira no AXN - CSI 9 Temporada..

Esta terça feira, dia 16, no dia dos meus anos o ANX apresenta a ante-estreia da nova temporada CSI Las Vegas. Deixo-vos aqui um cheirinho..... :)

A não perder....

Hoje pensei, mais uma vez em ti, lembrei-me de um episódio nosso, quando ainda namoriscava-mos sem saber no que tudo isto ia dar.
lembrei -me depois dos teus lábios, a forma como nos beijávamos, o teu cheiro, a tua cama, a forma como a tua mão contornava o meu corpo e senti -o a chamar por ti...

Quero tanto por -te numa gaveta e fechar-te a sete chaves, nem te queria como uma lembrança uma vez que me fizeste sentir a mais insignificantes das mulheres...

Uma contradição de sentimentos me abalam pois se por um lado estou grata pelo que me deste por outro lado quero te devolver tudo pois frisaste bem que fui um erro para ti e que de mim não querias mais nada.

Depois deste tempo consigo ver as coisas com mais clareza e quanto mais penso mais vejo o amor, como algo que vive das compatibilidades ou da cedência de uma das partes...

Agora continuo aqui, os dias passam e as tua palavras amargas ainda ficam latentes no meu ser como que marcadas a ferro no meu pequeno e confuso coração.
Mas tudo passará, já diz a música e tu também irás passar...

Pode demorar mas irás passar...

Irás passar...

sábado, 13 de junho de 2009

Ai as musicas dos anos 80....

É pá, não sei o que essa década teve de especial, para além de ter sido a década em que nasci, mas a nível musical ainda hoje quem não se lembra de algumas melodias..... Nem tenho por onde escolher....

Deixo alguns videos com sons de outros anos que ainda me fazem sonhar..

John Farnham - You're The Voice




Cutting Crew - (I Just) Died In Your Arms Tonight



AHA-take on me




Drive (The Cars)

quinta-feira, 11 de junho de 2009

Caminhada

Hoje fui mais a Estela fazer uma caminhada do Cais do Sodré até Belém. Foi divertido mas um pouco cansativo, cheguei ao meio e as pernas já davam sinal de querer uma pausa, mas nada disso se é caminhada é caminhada.

Estelita obrigado por me teres arrancado de casa e ires comigo, agora descobri uma nova maneira de relaxar: ténis, calças, top, óculos, agua e MP3 e ai vou eu!!!!



:)

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiii a minha vida...

Há alturas em que paro e tenho de dizer:

Susana, mulher... há de passar... tem de passar e VAI PASSAR!!!!!!

terça-feira, 9 de junho de 2009

Um bom dia para apreciar Monet...

Eras..

A brisa eras tu em liberdade, calma, serena como um pequeno barco na mais tranquila das lagoas. Os teus olhos eram como duas estrelas que me guiam pelos tenebrosos caminhos da floresta mais densa.. As tuas mãos eram o consolo que falta aos mais desfavorecidos num momento de aflição. As tuas pernas eram como o ensaio do caminho que queria percorrer... A tua boca era o meu pecado mais sombrio, a minha luxúria, a minha gula.. E para esse passado olho e digo-te: depois deste tempo todo o que mais conheço em ti sao as tuas costas... voltadas para mim... Não faz mal, amor brevemente verás as minhas e irás perceber...

sexta-feira, 5 de junho de 2009

....



A chuva batia na janela como um prisioneiro bate com uma caneca nas grades... Também eu sou um prisioneiro.. da mente, de pessoas, de cheiros, de sentimentos de tudo aquilo que me rodeia e me prende aqui..
A chuva era fria e cortante como um olhar marcante que nos penetra no mais fundo e nos sentimos despidos e indefesos.
As palavras são incómodas, fazem estragos, tal como essa chuva que cai bem perto da minha janela.
Ao fundo, as pessoas correm para quê, não sei, numa busca constante onde não encontram e tudo procuram... Que idiotas, não sabem que podem correr a vida inteira que aquilo que eles querem nunca vão ter. É assim que as coisas funcionam, eu sei!

Que pressa é aquela? Não percebo porque tanto correm se estão sempre no mesmo sitio. Eu cá do alto olho e ao mesmo tempo sinto como algo inquietante como uma precoupação por aquelas almas. Andam cegas, riem sem saber do quê, falam do que não sabem, vivem o que não é deles mas não choram o que lhes é devido.

E a chuva continuava a cair...

Ai que revolta, quem acorda aquelas almas e diz-lhes que a vida não é mais do que isto, segundos, minutos, horas, dias, semanas meses e anos e que vivemos como prisioneiros onde a chave há muito se perdeu no infimo do espaço..
Ai ai tanta ilusão.. e eles continuam a correr...

É melhor deixá-los assim, assim não sofrem, não sabem..

Eu cá do alto sei e vejo, mas hoje também não lhes vou dizer...

Vou deixá-los viver mais um pouco naquela instãncia..

E depois de tudo isto volto à minha realidade e penso...


A chuva ainda continua a cair...

Parabéns


Parabéns Gemna!!

Já nos conhecemos há um tempo jeitoso, já partilhamos muitas coisas, (da minha parte é as tristezas do costume, né).. enfim. Sabes que és uma pessoa importante para mim, já me orientas-te em muitas situações, já me deste na cabeça muitas vezes mas também soubeste bater palmas sempre que fui no melhor caminho.

Por isso é que és um grande amigo e espero puder retribuir o que me tens dado.

Muitos parabéns e que o teu "retorno solar" traga tudo o que desejes.

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Consultas de Astrologia

Pessoal, para quem quiser, ou tem curiosidade sobre a astrologia pode marcar uma consulta com o meu amigo Carlos Granés.

Pode ser uma ferramenta importante para quem conhecer um pouco de si mesmo...

Deixo aqui o link do site, bem como todas as informações para marcar uma consulta...

http://astrologias.wordpress.com/consultas-e-contactos/

domingo, 15 de fevereiro de 2009

Amanhã novo trabalho

olá pessoal.
Queria só dizer que amanhã, segunda feira vou iniciar funções no Hospital da Luz no call center. Esta sexta feira fui à entrevista e ao final do dia tive a confirmação que tinha sido seleccionada e que começaria logo após o fim de semana.
Amanhã vai ser um dia de nervos pois aqueles que me conhecem sabem que não lido bem as mudanças.. mas enfim.. eu depois conto as novidades..
Beijocas

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

FAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAARRRRRTAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

Hoje fui a não sei quantos entrevista de emprego e já estou a chegar ao limite da insanidade.. Já referi tantas vezes os meus anteriores empregos e as minhas competências que já entro em piloto automático...
Isto de falar bem de mim é algo novo e não estou habituada...
Depois de ter saído da entrevista e ter falado ás pessoas mais próximas de como tinha corrido ligaram -me e era de uma empresa onde eu já estava na última fase de selecção...Ai que nervos... Atendi e do outro lado e depois da conversa do costume ouvi:
Oh Susana infelizmente não foi a candidata seleccionada...
F********
Tanto esforça para nicles... E agora??' Volta tudo ao mesmo.. mais entrevistas..

Estou Farta1!!!

sábado, 7 de fevereiro de 2009

Onde estás?

Há um tempo que me pergunto por ti..
Onde andarás? Por alguma ruela perdido?
Ou no paraíso longe de mim?
A tua indiferença é um sinal que previa e notava a sua chegada
como quem ansiosamente espera a chuva que aí vem...
A noite começa o seu ritmo, tu poderás estar na "borga"
mas eu estou aqui...
Podes estar a dormir, mas eu estou aqui...
Podes já nem te lembrar de mim.. mas eu lembro-me de ti..
É assim a vida de quem já não tem esperança...
remoe o passado, lembra as memórias e chora o presente..
Esta sou eu, pincelada de dor e angústia,
aqui neste canto ...
Há um tempo que me pergunto por ti... mas talvez fosse melhor questionar-me por mim..
Por onde ando? Já que aqui não mora mais a vida..
Para onde vou? Já que aqui perdi o norte...
Porque estou aqui? Já que aqui o espaço tornou-se pequeno para nós...
Então deixem-me ir.. deixem me sorrir novamente nem que seja num breve instante, num suspiro... o derradeiro..
Afinal o que é feito de mim?

Que deprimente....

Ai os fins de semana são para esquecer, que seca... A minha casa para quem não sabe é um cubículo e quando resolvem todos ficar em casa é um horror, se alguém está na sala não posso ir para lá, se a minha irmã está no PC, tenho de ir para o quarto, se ela está no quarto tenho de ir para a sala....Ai que nervos.....!!!

Quem me derá ter um Palácio...

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Há quanto tempo...

Bem encontrei na net excertos de um filme que vi há tantos anos, o actor é Alvaro Vitali, italiano conhecido em Portugal como o João Broncas... Deixo -vos alguns excertos pois muitos também se devem lembrar...









Gostava de ver o filme... A Profecia Celestina




Filme baseado no formidável livro de James Redfield, A Profecia Celestina, Best-Seller que já vendeu 25 milhóes de cópias e MUDOU a vida de milhões de pessoas ao redor do mundo.
Desse Best-Seller surge uma magnífica produção de Hollywood, um romance cheio de ação e revelações. No filme, o espectador mergulha na heróica missão do autor, em sua jornada espiritual rumo ao Peru, buscando compreender o significado contido em nove manuscritos.

Para quem quer saber o que se passa em Lisboa

Deixo-vos aqui um site onde podem pesquisar algumas saidas em Lisboa...


http://www.agendalx.pt/cgi-bin/iportal_agendalx/index.html

Uma tarde como muitas

A tarde passava quieta, o céu azul lá longe mostrava a sua bravura ao lutar contra uma nuvens que teimavam em pintar de cinzento o céu da cidade. Na janela via entrar a luz algo preguiçosa, sem vontade, mas também sem lutar, simplesmente fazia o seu papel... Ela iluminava o meu teclado enquanto as minhas mãos frias escreviam palavras sem sentido num qualquer blog do mundo.
Procurei alguém como quem falar, mas o momento não era propício, não tinha novidades a dizer, nem histórias para contar..
Os dias são assim, pontuados por nuvens teimosas, um sol tímido, um telejornal que só fala na crise e na violência, uma telenovela que só fala de amores desfeitos... Enfim, para muitos isto é a vida, é com isto que temos de nos contentar.. Eu não creio, a vida deveria ser mais do que isto, muito mais do que isto, no entanto ela não está ao alcance de todos, mas sim de uma elite muito, mas muito exclusiva...

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

CSI Temporada 9....À espera....

...

O metro ia semi cheio, percorrendo os túneis que tão bem sabe.
Da janela observava a escuridão do túnel como se perpétuamente me ditasse o futuro, que aperto no peito eu senti pela tua ditadura. Ao fundo na carruagem duas raparigas conversavam, notava-se que eram amigas e uma delas desabafava com a outra sem se importar que outras pessoas pudessem ouvir. A sua voz era pesada um pouco desafinada, talvez da força que fazia para não chorar...
Que mal lhe acontecera para tão grande dor a invadir??? A amiga aflita tentava a acalmar com palavras, ela pressentia que a barreira estava quase a ceder. Percebia -se perfeitamente que aquela rapariga ia chorar à frente de toda a gente... Era uma premonição tão certa como o túnel negro que atravessávamos... O metro nunca mais chegava à sua estação final, insistia em correr, em andar, em perpetuar aquela dor, aquela leve transpiração, aquela angústia que pairava no ar..
Nisto de rompante a barreira cedeu... Olhei e a rapariga já não continha mais as lágrimas, não conseguiu esperar pelo final do túnel, não conseguiu esconder a sua dor.. Todos notámos que ela não teve vergonha porque não sabia que outra coisa fazer.. Olhavam para ela, há quem quisesse intervir mas não valia a pena, o murro já tinha cedido, ouvia-se soluçar, um certo gemido, ela sofria.. A amiga lá a abraçou e protegeu a sua face dos olhares alheios.
Finalmente o metro parou, já não fazia sentido continuar a andar, a última estação chegara e já o muro tinha cedido, por isso não fazia mais sentido... As pessoas foram saindo olhando de esguelha como se preocupados estivessem.. As amigas preparavam se para sair... Olhei nos olhos na rapariga que chorava, olhei novamente e a reconheci... Ah és tu??
Aquela rapariga era eu!!!

sábado, 31 de janeiro de 2009

Obrigado Titosse

Titosse, agradeço a tua preocupação e obrigado por veres o meu blog, é sempre bom vermos que algumas pessoas vão seguindo o que fazemos...
Aqui deixo então a música que me deixaste.. Tens razão, ela reflecte muito bem a actualidade.
Obrigado Susana

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Estou a contar os dias...

Pessoal dia 4 de Fevereiro tenho uma sessão colectiva no Centro de Emprego..
UAU, estou mesmo entusiasmada, da outra vez foi tão bom!!!!
Teoricamente a sessão é para dar continuidade á resolução do meu problema....!!! Eles já avisaram que a sessão demora 4 horas (óptimo)... Por isso dia 4 ás 9h30 lembrem -se de mim a fazer papel de parva!!!!

Ps- papel de parva já é usual por isso não é assim muito grande a novidade....

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Para quem não conhece o Dr Brian Weiss


Para quem quer saber um pouco mais do Weiss deixo aqui mais informações:

Título: Muitas Vidas, Muitos Mestres - por Brian Weiss (relatos de regressões a vidas passadas)
Subtítulo: Editora Pergaminho

Descrição:
Aproveito o prefácio desta obra para suscitar o interesse para este livro do Dr. Brian Weiss, e para a sua obra em geral.
PrefácioSei que tudo acontece por uma razão. É possível que no momento em que ocorre um determinado acontecimento não tenhamos nem o discernimento nem a visão antecipada para compreendermos a razão, mas o tempo e a paciência encarregar-se-ão de nos esclarecer. Foi assim que tudo se passou com Catherine. Encontrei-a pela primeira vez em 1980, tinha ela vinte e sete anos. Viera ao meu consultório à procura de ajuda para a ansiedade, os ataques de pânico e a angústia que a dominavam. Embora esses sintomas se verificassem desde a sua infância, haviam-se tornado muito mais graves num passado recente. A medida que os dias iam passando, sentia-se cada vez mais paralisada e menos capaz de agir. Estava aterrorizada e compre-ensivelmente deprimida. Em contraste com o caos que nessa altura se verificava na vida dela, a minha corria da melhor maneira possível. Tinha um casamento estável, dois filhos ainda muito novos e uma carreira florescente. Desde o princípio que a minha vida sempre pareceu seguir um percurso sem obstáculos. Cresci num lar onde predominava o afecto. O sucesso académico veio facilmente e no segundo ano da universidade tomei a decisão de vir a ser psiquiatra. Em 1966 licenciei-me Phi Beta Kappa*, magna cum laude, na Universidade de Columbia em Nova Iorque. Segui então para a Escola de Medicina da Universidade de Yale e recebi o meu diploma de M.D.** em 1970. Depois de um internato no Centro de Medicina de Bellevue da Universidade de Nova Iorque, regressei a Yale para completar a minha especialização em Psiquiatria. Terminada esta, aceitei um lugar de professor na Universidade de Pittsburgh. Dois anos mais tarde mudei-me para a faculdade da Universidade de Miami, onde assumi o cargo de director do Departamento de Psicofarmacologia. * Sociedade honorífica, fundada em 1776, cujos membros vitalícios são escolhidos entre os estudantes universitários de maior distinção académica. ** M. D. - Doctor of Medicine (Medical Doctor). Foi aí que conquistei um nome nacionalmente reconhecido nos campos da psiquiatria biológica e do abuso de substâncias. Depois de quatro anos na universidade, fui promovido ao lugar de professor associado de Psiquiatria na Escola Médica e nomeado director de Psiquiatria num grande hospital de Miami, que estava ligado à universidade. Por essa altura já publicara trinta e sete artigos científicos e estudos sobre temas da minha especialidade. Anos de um estudo disciplinado haviam-me permitido treinar a mente como cientista e como médifo, conduzindo-me ao longo de estreitas veredas no conservadorismo da minha profissão. Desprezava tudo aquilo que não fosse passível de ser provado por métodos científicos tradicionais. Estava ao corrente de alguns estudos em parapsicologia que eram conduzidos em universidades de renome por todo o país, mas estes não me despertaram a mínima atenção. Parecia-me tudo demasiado rebuscado. Foi nessa época que conheci Catherine. Durante dezoito meses utilizei métodos convencionais para a ajudar a ultrapassar os seus sintomas. Ao chegar a um ponto em que parecia que nada funcionava, tentei a hipnose. Numa série de estados de transe, Catherine recordou memórias de «vidas passadas», que provaram ser os factores causais dos seus sintomas. Também demonstrava ser capaz de agir como receptor de informações de «entidades espirituais» altamente evoluídas, e através delas revelou muitos segredos de vida e de morte. Em meia dúzia de meses os seus sintomas desapareceram, tendo ela retomado a sua vida, mais feliz e mais em paz do que alguma vez estivera. Não havia nada na minha formação que me tivesse preparado para uma situação destas. Sentia-me absolutamente assombrado com o desenrolar destes acontecimentos. Não possuo qualquer explicação científica para aquilo que se passou. Ainda hoje existe um número infindo de coisas a respeito da mente humana que estão para lá da nossa compreensão. É possível que, sob hipnose, Catherine conseguisse concentrar-se na parte da sua mente subconsciente que armazenava memórias reais de vidas passadas, ou talvez tivesse deparado com aquilo que Carl Jung, psicanalista conceituado, designava por inconsciente colectivo, a fonte de energia que nos rodeia e contém as memórias de toda a raça humana. Os cientistas estão a começar a procurar essas respostas. Nós, como sociedade, temos muito a ganhar com a investigação sobre os mistérios da mente, da alma, da continuação da vida para além da morte, e da influência das experiências de vidas passadas no nosso comportamento actual. É óbvio, como se compreende, que as ramificações são ilimitadas, em especial nos campos da medicina, psiquiatria, teologia e filosofia. No entanto, a investigação cientificamente rigorosa neste campo ainda se encontra na sua infância. Têm sido dados grandes passos para desvendar a informação a este respeito, mas o processo é lento e depara com grande resistência por parte de cientistas e leigos com ideias análogas. Ao longo de toda a história, a humanidade sempre resistiu a mudanças e à aceitação de novas ideias. Os registos históricos estão repletos de exemplos. Quando Galileu descobriu as luas de Júpiter, os astrónomos da época recusaram aceitar a sua teoria ou até mesmo olhar para esses satélites, porque o facto de existirem entrava em conflito com as suas crenças. O mesmo se passa agora com psiquiatras e outros terapeutas, que recusam examinar e avaliar as provas consideráveis que têm sido reunidas sobre a sobrevivência após a morte corporal e sobre as memórias de vidas passadas. Os seus olhos continuam obstinadamente fechados. Este livro representa a minha modesta contribuição para a evolução da investigação no campo da parapsicologia, especialmente o ramo que lida com as nossas experiências antes do nascimento e depois da morte. Tudo aquilo que o leitor irá ler é verídico. Não acrescentei o que quer que fosse e eliminei apenas as partes que eram repetitivas. Modifiquei levemente a identidade de Catherine com o único objectivo de garantir a sua confidencialidade. Demorei quatro anos a escrever tudo aquilo que se passou, quatro anos para assumir o risco profissional de revelar esta informação não ortodoxa. Aconteceu-me de repente numa noite em que me encontrava debaixo do chuveiro - senti um impulso irreprimível de transcrever esta experiência para o papel. Tinha uma sensação muito forte de que era a altura exacta, de que não devia reter a informação por mais tempo. As lições que eu aprendera deviam ser partilhadas com os outros, já não podiam ser guardadas em privado. O conhecimento viera através de Catherine e agora teria de ser passado através de mim. Eu sabia que nenhuma consequência que viesse a enfrentar poderia ser mais devastadora do que o facto de não partilhar o conhecimento que adquirira sobre a imortalidade e o verdadeiro significado da vida. Saí rapidamente do chuveiro e sentei-me à secretária com o monte de fitas gravadas durante as sessões com Catherine. As primeiras horas da madrugada, recordei-me do meu velho avô de origem húngara que morrera quando eu ainda era um adolescente. Sempre que lhe dizia que sentia medo de correr um risco qualquer, encorajava-me carinhosamente repetindo a sua frase favorita em inglês: «Vat the hell», dizia, «vat the hell». [Para o diabo!]Brian Weiss



Um dia memorável....


















Pessoal às vezes a vida nos reserva até surpresas agradáveis.
Para aqueles que me conhecem sabem que gosto muito do tema da reencarnação e que sou admiradora do trabalho do psiquiatra Dr. Brian Weiss, autor do livro "Muitas Vidas Muitos Mestres", ora hoje no Picoas Plaza ia estar o próprio Weiss, ás 18h30 minutos a falar um pouco do seu trabalho e daria autógrafos.
E quem estava lá, quem quem?????? EU!!!!!
Tenho de agradecer à minha querida e companheira destas temáticas a Maria João que me alertou para a vinda dele cá e lá fomos nós. Foi muito estimulante e ele é bastante acessível. Deixo aqui algumas das fotos que tirei. E só para dizer que com os nervos só consegui lhe dizer boa noite e parabéns em inglês e dei -lhe um super "passou bem" com um grande sorriso...
Só tive pena de ninguém me ter tirado uma foto.....
Mas para mim ficou a ideia de que por vezes até temos boas surpresas como esta, alguém que admiramos nas páginas de um livro e num instante toca- nos nas mãos....
beijos


















quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Dicas de Poupança...


Como estamos numa altura de apertar o cinto penso que é bom partilhar com vocês algumas dicas para se poupar alguns euros..

1. Anotar todos os gastos num papel:
Anotar todo o tipo de gastos que se tem ao longo do dia/semana. No final verificar que gastos desnecessários se fez ou que forma se pode reduzir certos custos. Não fazemos ideia do dinheiro que gastamos às vezes com coisas mínimas que não nos fazem falta, assim tendo escrito num papel temos consciência do mesmo e evitamos gastar mais do que necessário.

2. Levar o almoço para o trabalho: esta é óbvia, se contarmos o dinheiro que gastamos em lanches e almoços fora de casa apanhamos um susto. Se for possível levar o almoço ou até mesmo o lanche já ajuda a poupar alguns tostões.

3. Aproveitar opções de lazer gratuitos: por exemplo ver ofertas da junta de freguesia, pesquisar sites de grupos de teatro ou bandas ou então a opção mais simples reunir os amigos para um cinema em casa, cada semana um leva um filme!!!

4. Tenha só um banco: evitar ter várias contas pois os custos de manutenção podem fazer diferença e antes de optar por um verificar bem as opções da concorrência.

5. Listas de supermercado: fazer uma listinha de tudo o que precisa, e que realmente usa ou precisa... os olhos comem muito mais do que imaginamos

e por fim esta última que sigo e não vem nesta lista é : sempre que na carteira encontro moedas de 50 cêntimos para baixo ponho de parte, de vez em quando vou trocando e vou vendo que ao final de um tempo já compro um livro só com esse dinheiro...

Boa sorte...

Algumas dicas retiradas da Cosmopolita de Fev 2009