terça-feira, 28 de julho de 2009

Saem....

Do meu olhar partem os ventos mais nobres que percorrem a tua pele,
Da minha boca saem as palavras mais doces que cerejas em pleno verão,
Palavras fumegantes como um coração pulsante de alegria...
Das minhas mãos saem gestos de caricias que afagam o teu sono e afastam pesadelos que te perturbam.
Do meu peito sai o meu coração que te entreguei..
Não notaste?
Oh que pena, meu doce, pois é dele que vives e é através dele
que me estás a amar...
Enviar um comentário