segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Fazia tanto isto...


Quando agora vi esta imagem andei anos e anos para trás...
Quando era miúda adorava colocar as cerejas como brincos e abanar a cabeça para as sentir mexer como se de brincos verdadeiros se tratassem.
Deu tanta saudade desse tempo. Definitivamente sou uma pessoa que vive do passado, vive do que já passou, lembra do que aconteceu..
Já me disseram que tenho de olhar mais para o futuro, que vivo prisioneira das recordações e têm razões, mas não deixo de sentir o coração mais apertado quando vejo algo que fazia na infância....
Parece que temos um conforto tão grande, mas quando regressamos à realidade é como se agora tivéssemos perdido tudo e fica um vazio...
Se tivesse agora cerejas em casa ia por umas nas orelhas e andar pela casa para saborear o momento....

Enviar um comentário