segunda-feira, 16 de maio de 2011

A minha pilinha é maior que a tua....



Tenho estado a seguir os debates da campanha eleitoral bem como as noticias associadas e o que só ouço não são ideias para mudar a situação do pais, não são as medidas que vão tomar concretamente em relação a cada esfera da sociedade, mas sim a uma luta de galos para ver quem faz o melhor brilharete. Julgo que estou a assistir a brigas de pirralhos onde se discute tudo e nada do que é realmente importante.
É que um é mais africano que todos;  um que tem uma psicose; um que fala, fala e por ai a fora.
Todos os dias temos conhecimento de uma nova "boca" que mandaram a este ou aquele, mas dizerem -me que impostos vou pagar; que produtos vão aumentar de preços, que taxa de desemprego esperam, que novas leias vão aparecer,  isso é que já é mais complicado... E claro a comunicação social está a adorar o circo e enche páginas e minutos da TV com chachadas autênticas onde se discute o que não tem discussão e que nada ajuda a nossa situação política; social e económica.
Quero ver propostas para aumentares o consumo dos nosso produtos nacionais, quero ver marcas portuguesas a ser exportadas; quero ver planos concretos de apoio às empresas portuguesas associadas a um maior consumo dessas marcas de modo a gerar emprego, quero ver leis mudadas para não vermos violadores na rua; quero ver quem trabalha por fora a fazer descontos; quero ver uma fiscalização activa a quem tem subsídios do estado, quero ver os centros da cidade reabilitados de modo a que os jovens as possam habitar, quero ver os políticos corruptos presos. Quero acreditar que um homem há muitos anos atrás não criou um pais em vão, nem andou às turras com a mãe e o Papa para depois ver tudo a desmoronar...Não quero pensar que perdemos identidade... Não quero, pois esse nosso fundador tinha tomates e não andava a medir a pilinha para ver se era maior do que o inimigo....

Calem a boca e mexam -se.....
Enviar um comentário